Guia de Cordas





Pirastro Violino: Originalmente vendida como cordas para estudante, o seu preço, quando não proibitivo, não é tão insignificante. No entanto, de todas as cordas sintéticas, esta é provavelmente a mais doce. O que falta em projeção ela cobre em suavidade, doçura. Se você tem um instrumento que precisa de harmonia, ou está cheio de força, mas não tem um tom interessante, estas cordas valem à pena tentar.

Cordas ChromcorPirastro Crhomcor: Cordas de aço da Pirastro. Possuem um som brilhante e forte, e boa resposta às arcadas. É uma das primeiras opções dos violinistas pelo seu custo x benefício. Ideal para abrir o som de instrumentos novos.

D’Addario Zyex : As cordas D’Addario Zyex têm um brilho focado na qualidade e deve ser tocada por poucos dias antes de alcançar o seu melhor som. Alguns músicos acham mais difícil alcançar as notas do piano quando usando essas cordas.

D’Addario Pro Arte: As cordas D’Addario Pro Arte Soam escuras e suaves, são mais bem utilizadas em violinos com som claro, áspero.

D’Addario Helicore: Estas cordas de aço têm som quente, e como todas as cordas de aço, são de boa resposta. Elas mostram overtones interessantes quando comparadas às outras cordas de aço devido seu revestimento único.

Larsen (regular): As cordas Larsen são potentes e brilhantes, mas as cordas D e G tendem a perder sua qualidade Sonora rapidamente e de repentinamente. A corda A para viola é popular entre os violistas, no mais alguns instrumentos podem vir a ser muito agressivos. Cordas Larsen tendem a ser das mais caras na sua categoria.

Corelli Alliance Vivace : Estas cordas são baseadas em núcleo composto. Quando focada, também provém overtones ricos. Elas tendem a ser mais poderosas em termos de projeção que as cordas Obligato, se não doces também, enquanto não apresenta os “arranhões” que as Evah’s podem trazer para alguns instrumentos. Como as Dominants, elas trabalham bem na maioria dos instrumentos e tem boa durabilidade, longa vida. Também respondem muito rápido em todas as posições.

SuperSensitive Red Label: “Estas cordas totalmente metálicas que tendem a ser a preferida de ‘Fiddlers”. São comumente encontradas em escolas de música por causa de uma de suas três: são praticamente indestrutíveis. A outra virtude é que são muito baratas e a terceira virtude é que é muito apropriada pra “fiddling”, no entanto músicos eruditos não gostam destas cordas de som plano, britado, arranhado destas cordas especialmente nas mãos de novatos.
Jargar: Fina corda metálica, que possui calor como a supersensitive red label. Alguns violistas são devotos da corda Lá, por causa da habilidade em balancear com outras cordas. Alguns Celistas também apreciam esta corda.
 
Warchal Strings : O fabricante mais recente no mercado das cordas, seus produtos novos são excelentes. O jogo de cordas Ametyst é mais baixo em tensão e muito perto da sensibilidade e facilidade de execução comparada com a Eudoxa. O jogo Karneol tem a tensão maior, mas possui mais brilho e mais overtones. Ela é uma corda altamente ressonante com um longo alcance de cores e modulações. Projeta extremamente bem o som. O jogo Brilliant é como a nova corda de núcleo sintético como a Pirastro Obligato e Evah Pirazzi, mesmo com material e conceito diferente. Casada com o instrumento certo estas cordas oferecem brilho, com um som focado e redondo com muita ressonância. Apresentam grande durabilidade.
 
Cordas Mauro CalixtoMauro Calixtro: Cordas de núcleo sintético. Ao contrário do que muitos pensam, não são cordas de Perlon, e sim, são cordas de nylon. O Perlon é um Nylon especial, que é exclusivo da Dominant Infield. As cordas Mauro Calixtro são consideradas oito ou oitenta. Pois elas têm fácil resposta em todas as notas, e tem um som bem aveludado. Mas em contrapartida, joga o volume de som lá para baixo, às vezes parecendo um som abafado. Para quem não liga para som de baixo volume, são exelentes, ainda mais levando em conta seu custo x benefício. Das cordas baratas para viola e violoncelo, são a melhor opção.

FONTE: ATELIER DE VIOLINO

0 comentários:

Postar um comentário